PRÓXIMO FILME

Reunião VIRTUAL em 29.03.2020 (aguarde mais informações)

Roma (México/EUA, 2018, 135 min)
 
Roteiro e Direção: Alfonso Cuarón

Elenco: Yalitza Aparicio (Cleo), Marina de Tavira (Sofia), Nancy García (Adela), Verónica García (Sra. Teresa), Daniela Demesa (Sofi), Fernando Grediaga (Sr. Antonio), Jorge Antonio Guerrero (Fermín), Marco Graf (Pepe), Diego Cortina Autrey (Toño), Calos Peralta (Paco), entre outros.

Sinopse: A crônica de uma família de classe média na Cidade do México nos anos 1970. Cléo é a jovem empregada com ascendência indígena, trata os filhos da patroa como se fossem seus filhos. Sofía é a patroa, mãe de 3 meninos e uma menina. Cleo e Sofía precisam lidar com os dramas pessoais e os conflitos familiares, cada uma obedecendo as regras de sua camada social. Em 2019, o filme Roma foi indicado a diversos prêmios internacionais, vencendo muitos deles. Algumas dessas vitórias: melhor filme estrangeiro (Bafta, Critic’s Choice Awards, Globo de Ouro e Oscar); melhor fotografia (Bafta, Critic’s Choice Awards e Oscar); melhor direção (Bafta, Critic’s Choice Awards, Globo de Ouro e Oscar). Além de Cuáron, a atriz Yalitza Aparicio ganhou muito destaque com o filme. Ela tem origem mixtec e foi a primeira indígena mexicana a ser indicada ao Oscar.

Sobre o Diretor: Alfonso Cuarón Orozco nasceu em 28 de novembro de 1961, na Cidade do México. Desde pequeno sempre quis ser astronauta ou diretor de cinema. Ganhou a primeira câmera aos 12 anos. Estudou Filosofia (por pressão da família) e Cinema (escondido da família) na C.U.E.C. (Centro Universitario de Estudios Cinematográficos). Em 1983, participou de um curta-metragem que desagradou aos professores por ser falado em inglês. Foi expulso da escola. Cuarón começou a trabalhar na indústria cinematográfica em diversas funções como montador, diretor assistente, diretor de fotografia, produtor e roteirista, entre outras. Finalmente, em 1991 dirigiu seu primeiro longa, Amor em Tempo de Histeria. Foi para Hollywood onde dirigiu A Princesinha (1995) e Grandes Esperanças (1998). Voltou ao México onde realizou E Sua Mãe Também (2001), que foi indicado ao Oscar de Roteiro Original. A partir daí sua carreira deslanchou. Dirigiu Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (2004) e Filhos da Esperança (2006). Realizou seu sonho de ser astronauta com Gravidade (2013) e faturou 7 (sete) Oscar, incluindo melhor diretor.